sábado, 26 de dezembro de 2020

Cidades do interior cearense apostam no turismo religioso para impulsionar economia


 O turismo religioso tem sido aposta comum de vários municípios do Interior cearense para impulsionar a economia local. A cidade de Campos Sales, no Cariri, espera entrar nessa rota após a inauguração, na última quinta, da estátua de Nossa Senhora da Penha, padroeira do Município. Com 26 metros de altura, a escultura fica atrás apenas das imagens de Nossa Senhora de Fátima, em Crato, São Francisco das Chagas, em Canindé, e de Padre Cícero, em Juazeiro do Norte.

A expectativa é grande entre o setor hoteleiro e o comércio da cidade, que vê o novo atrativo como alternativa de renda para os seus moradores, assim como já acontece em outras cidades. "Aqui fica no entroncamento entre Canindé e Juazeiro do Norte. Os romeiros que vem do Piauí e Pernambuco passam por aqui. Então, deverão parar e conhecer nossa santa", avalia o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Campos Sales, Godofredo Alencar.

Centro-Sul

Com a mesma intenção de fomentar o turismo religioso, o município de Jucás também está construindo uma estátua para sua padroeira, Nossa Senhora do Carmo, que deve ser inaugurada no primeiro semestre de 2021. A escultura atingirá 37,5 metros de altura, superando a estátua de São Francisco, em Canindé. "Nossa intenção é gerar movimento na cidade durante todo o ano. Não somente na época da festa da padroeira, em julho", aponta o prefeito Raimundo Luna Neto. 

Com informações do Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário