sexta-feira, 25 de outubro de 2019

Eleitores de Tianguá e Irauçuba voltam às urnas neste domingo (27) para escolha de novos prefeitos

Em meio ao cenário de instabilidade política em Tianguá e Irauçuba, eleitores dos dois municípios se preparam para ir às urnas no próximo domingo (27) para eleger, mais uma vez, seus respectivos prefeitos e vices. A intranquilidade nas prefeituras das cidades se deu após os chefes do Executivo terem os mandatos cassados pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE), por abuso de poder econômico e, no caso de Tianguá, também político.

As eleições suplementares nos municípios foram convocadas pelo TRE-CE em setembro último. Os novos pleitos custam aos cofres públicos R$ 35.397,00, em Irauçuba, e R$ 70.104,19, em Tianguá. 

Em Irauçuba, o prefeito Raimundo Nonato Sousa, e o vice, José Pinto de Mesquita, tiveram os mandatos cassados em julho deste ano, por abuso de poder econômico nas eleições municipais de 2016. De acordo com o processo no Tribunal, Sousa teria comprado votos oferecendo gasolina, dinheiro e emprego. À época, ele negou todas as acusações.

Em Tianguá, a situação é ainda mais grave. Dois prefeitos da cidade já foram cassados nos últimos três anos. O município da Serra da Ibiapaba já teve, inclusive, quatro prefeitos de lá para cá: Dr. Luiz, Valdeci Vieira, José Jaydson e Cleber do Adautim. 

Quem vai disputar
Em Irauçuba, três candidaturas concorrem ao pleito de domingo. São elas: Cléia (prefeita) e Raimundo Alves Lopes (vice), pelo Podemos; Professor Clerdonio Avila (prefeito) e Romário Azevedo Ávila (vice), pelo PMN; e Geraldina Braga (prefeita) e Carlos Felipe de Sousa Fernandes (vice), pela coligação formada por PSD, PMB, PDT, PSDB e PC do B.

Já em Tianguá, o número de chapas registradas é um pouco maior. Disputarão o comando da prefeitura do município as candidaturas de Zé Terceiro (prefeito) e João Antônio Beviláqua Alves (vice), pelo Patriota; Haroldo Aragão (prefeito) e Tiago Cunha Fontenele (vice), pelo PT; Valdeída do Jean (prefeita) e Fernando Alves de Menezes (vice), pela coligação composta por PDT e DEM; Valfrido (prefeito) e Luiz Gonzaga Paixão Fontenele (vice), pela coligação MDB e PPS; e Dr. Luiz (prefeito) e Alex Anderson Nunes da Costa (vice), pela coligação PSD, PSBD e PL. Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário