sexta-feira, 25 de outubro de 2019

21 praias do Ceará já foram atingidas por manchas de óleo

Essa situação causa danos ambientais e econômicos ao Estado
O número de praias do Ceará já atingidas pelo vazamento de petróleo cru subiu para 21 na noite de ontem (24) depois que os resíduos chegaram a mais três áreas do litoral. A contaminação mais recente foi vista na Praia de Parajuru, em Beberibe; Canoa Quebrada e Melancias, em Icapuí, quando moradores confirmaram a presença de manchas de óleo em alto mar. 

Na manhã dessa quinta-feira, uma ação emergencial realizada pela Prefeitura de Icapuí, em conjunto com a Marinha do Brasil e auxílio de voluntários, retirou 700 kg da substância do mar e da faixa de areia. Todo o material recolhido foi levado para análise em Fortaleza. A proposta é que os resíduos retirados dos nove estados nordestinos sejam direcionados para indústria do cimento, no Ceará, além da Bahia, Sergipe e Paraíba.

De acordo com a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), cerca de 1.350 litros de óleo já foram encaminhados para uma fábrica de cimento, em Sobral, na região Norte do Estado. A Pasta espera ainda receber mais 1,5 mil litros da substância que foi recolhida pela Prefeitura de Aracati na última quarta-feira (23) para ter a mesma destinação. 

Conforme o último balanço do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), 200 locais em 78 municípios de nove estados (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe) já foram atingidos com os resíduos. Com informações do Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário