quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Governador Camilo Santana assina acordo para mais duas fábricas para o Ceará

Camilo Santana assinando acordo para indústria cearense
No momento em que foi divulgado o ranking de crescimento da produção industrial no Brasil, onde o Ceará aparece na liderança do Nordeste e na quarta posição nacional, o governador Camilo Santana fechou acordo para a construção de mais duas fábricas no estado. Uma das cinco maiores indústrias de conserva de pescado do mundo, a Jealsa, ampliará seus negócios no Ceará, onde já mantém uma das empresas do grupo, a Robinson Crusoe Foods, em São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza.

O acordo foi fechado hoje (18) entre o governador Camilo Santana e o presidente mundial do Grupo Jealsa, Jesús Manoel Alonso, na sede da empresa, na Província de La Coruña, na Espanha. O Grupo investirá cerca de R$ 100 milhões nos próximos anos para ampliar sua produção de conservas de sardinha e atum no Ceará, gerando 750 empregos diretos e milhares de empregos indiretos no setor da pesca.
Governador Camilo visita estrutura industrial da Jealsa

Outro acordo entre o Governo do Ceará, a Região da Galícia e o Grupo Jealsa prevê a troca de conhecimento, tecnologia e profissionalização para o desenvolvimento sustentável da atividade no Ceará.

“Fico muito feliz com esse acordo, que levará mais empregos e desenvolvimento para o Ceará. Essa tem sido uma luta constante nossa: atrair novos parceiros comerciais, principalmente no mercado internacional. Hoje o Ceará é um estado respeitado e admirado pela sua responsabilidade fiscal, transparência e investimento públicos.”

O presidente do Grupo Jealsa também ressaltou a importância desse acordo com o Ceará, porque ampliará a capacidade de produção do grupo para atender os mercados nacional e internacional, inclusive Estados Unidos e Europa.

De acordo com estimativa da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), após crescer 2,9% no acumulado de janeiro a julho deste ano, a produção industrial cearense deve crescer até 2,5% em 2019. Metalurgia, produtos de metal e químicos estão entre setores que devem apresentar maiores expansões no ano. Conforme a Pesquisa Industrial Mensal do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Ceará registrou o melhor desempenho do Nordeste e o quarto no país no acumulado do primeiro semestre – Pernambuco (-1,6%) e Bahia (-2,1%) tiveram quedas no período, por exemplo. Fonte: Site Governo do Ceará

Nenhum comentário:

Postar um comentário