quarta-feira, 14 de agosto de 2019

Aumenta o número de pessoas que vivem na extrema pobreza em 2019 no Ceará

Ceará é o 4º do País em quantidade de
pessoas na situação de pobreza extrema
A extrema pobreza se tornou uma dura realidade para 31,7 mil cearenses em 2019 ante o ano passado. De acordo com dados do Cadastro Único para Programas Sociais do Ministério da Cidadania referentes ao mês de junho deste ano, 1.027.487 pessoas no Estado sobrevivem com renda familiar per capita de até R$ 89 por mês. Em junho de 2018, o Ceará contabilizava 995.777 habitantes nessa situação.

Com o número, o Estado ocupa a quarta posição entre as unidades da Federação com os maiores índices de extrema pobreza. As três primeiras colocações ficaram com Bahia, que contabilizou 1,82 milhão de pessoas sobrevivendo com renda familiar per capita de até R$ 89 por mês; São Paulo, com 1,41 milhão e o estado de Pernambuco, com 1,15 milhão.

Classificados entre os que vivem em situação de pobreza, 150.368 pessoas no Ceará ganham entre R$ 89,01 e R$ 178 por mês. Outros 380.649 estão no grupo de renda per capita familiar entre R$ 178,01 e meio salário mínimo (R$ 499), enquanto 274.790 recebem acima de meio salário. Os números consideram o total de 1.833.294 inscrições no Cadastro Único em junho deste ano. Com informações do Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário