segunda-feira, 24 de junho de 2019

SESA afirma que falta soro antiofídico na maioria dos hospitais cearenses

A Secretaria de Saúde do Ceará afirmou na semana passada que não existe estoque suficiente de soro antiofídico para atender a população cearense. Essa afirmação foi feita após um agricultor ser picado por uma cobra e receber atendimento no Hospital Municipal de Santa Quitéria, onde não tinha o soro contra picada de cobra, acabou morrendo.

A autoridade que comanda a Secretaria de Saúde do Ceará afirmou que a pasta vem passando por um período de carência desse tipo de soro antibotrópico e também de soro antirrábico. Segundo a secretaria, esse desabastecimento acontece por problemas técnicos dos laboratórios que fornecem esses produtos. 

De acordo com as informações, existem solicitações de quantidades necessárias do produto para atender a demanda dos municípios, mas o Ministério da Saúde nem sempre autoriza a liberação do total dos pedidos, fazendo com que aconteça essa falta nos estoques para atender de forma satisfatória, a população do Estado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário