terça-feira, 19 de março de 2019

Forte chuva na cidade do Crato faz canal transbordar e causar alagamento

Inundação do canal na cidade de Crato (Foto: DN)
Uma forte chuva que caiu sobre a encosta da Chapada do Araripe, no Crato, na noite desta segunda-feira (18), resultou no transbordamento do Canal do Rio Granjeiro. 

A Avenida José Alves de Figueiredo, por onde passa o canal, ficou alagada. A força da água arrastou carros e um ônibus chegou a cair em um buraco.

A água invadiu casas, destruindo móveis e pertences de moradores. Uma árvore caiu na Praça da Sé. O Corpo de Bombeiros está no local para a retirada. 

Segundo o professor de Geografia Bruno Furtado, que mora próximo ao local, o canal transborda, geralmente, de quatro em quatro anos, sempre que chuvas fortes caem na região. "Isso acontece justamente por conta da urbanização. A obra de esgoto é mal feita, e sempre dá nisso aí. A água entrou em várias casas e agora a população está aí trabalhando para resolver esse problema", afirmou.

O prefeito da cidade, Zé Ailton Brasil, informou que equipes de limpeza da Secretaria de Meio Ambiente interditaram o trecho da avenida atingido para retirada da lama, além de ruas próximas para limpeza.

"Estou visitando algumas famílias para ver a maneira como a Prefeitura pode ajudar, amanhã cedo já vamos nos reunir com os nossos secretários. Aqui é uma área que quando dá chuva, é logo a primeira área a ser atingida. Foi uma grande chuva na serra, num curto espaço de tempo", disse. 

Ele disse, ainda, que para resolver o problema de transbordamento do canal, a Prefeitura precisaria de R$ 100 milhões, o que não seria viável. "Hoje nós teríamos que mudar totalmente esse ritmo do canal. Teria que se fazer praticamente um novo. Nós mandamos fazer um projeto, que custa mais de 100 milhões de reais. A Prefeitura sozinha não tem condições, nem o estado sozinho. Então tem que ser com o governo federal, para que a gente possa unir forças e procurar uma solução definitiva para o canal", finalizou. Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário