quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

Governador Camilo Santana toma posse e aposta em diálogo com novo presidente

Solenidade de Posse Camilo Santana (Foto: Governo do CE)
Tomando posse para o seu segundo mandato como governador, Camilo Santana (PT) prevê para os próximos quatro anos um exercício diário do diálogo ainda mais intenso com o Governo Federal, agora com a presidência de Jair Bolsonaro (PSL). Agora, com o cenário cada vez mais arisco, Camilo aposta no diálogo para avançar nas políticas públicas.

"Eu sou um homem de diálogo. Apesar da independência dos estados, a gente mantém uma relação institucional de respeito. E é isso que nós vamos construir ao longo desses anos com o Governo Federal", defendeu o petista após tomar posse, na tarde de ontem, na Assembleia Legislativa. Camilo, logo após assumir mandato na presença de deputados estaduais, deslocou-se para o Palácio da Abolição para dar posse ao primeiro escalão. 

Em coletiva após empossar sua nova equipe de secretários, o governador fez questão de deixar claro que seus auxiliares eram escolhas apenas suas, não tendo relação com a eleição. "Secretariado não é escolha de partido, mas do governador Camilo Santana para servir o povo cearense", declarou. O petista foi reeleito por uma coligação com mais de 20 partidos e, em razão de uma reforma administrativa proposta por ele próprio, teve que compor um secretariado menor, com apenas 21 nomes.

Equipe de secretários escolhidos por Camilo: 
Casa Civil: Élcio Batista, Articulação política (Ligada à Casa Civil): Nelson Martins, Comunicação (Ligada à Casa Civil): Chagas Vieira, Procuradoria-Geral do Estado: Juvêncio Vasconcelos Viana, Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado: Aloísio Carvalho, Secretaria da Fazenda: Fernanda Pacobahyba, Secretaria do Planejamento e Gestão: Mauro Filho, Secretaria da Educação: Eliana Estrela, Secretaria da Proteção Social, Justiça e Direitos Humanos: Socorro França, Secretaria da Saúde: Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social: André Costa, Secretaria da Administração Penitenciária: Luís Mauro de Albuquerque, Secretaria da Cultura: Fabiano Piúba,  Secretaria do Esporte e Juventude: Rogério Pinheiro, Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior: Inácio Arruda, Secretaria do Turismo: Arialdo Pinho, Secretaria do Desenvolvimento Agrário: Diassis Diniz, Secretaria dos Recursos Hídricos: Francisco Teixeira, Secretaria da Infraestrutura: Lúcio Ferreira Gomes, Secretaria das Cidades: Zezinho Albuquerque, Secretaria do Desenvolvimento Econômico: Maia Júnior, Secretaria do Meio Ambiente: Artur Bruno e Controladoria-Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário: Cândida Maria Torres. Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário