quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

Proposta que cria 13º salário para vereadores de Juazeiro do Norte é aprovada

Sessão na Câmara de Juazeiro (Foto: Segundo Filmagens)
Com um auditório vazio, no início da noite da última terça-feira (18), a Câmara Municipal de Juazeiro do Norte aprovou, em sessão extraordinária, uma emenda proposta pela Mesa Diretora, que concede o 13º salário aos seus 21 vereadores. Foram 11 votos a favor e cinco contrários ao pagamento, que começará no ano que vem. A decisão terá um impacto de R$ 210 mil no orçamento anual da Casa.

O projeto surgiu na última semana com 16 assinaturas, dentre elas, do vereador Damian de Firmino (PRTB), que propôs a sessão extraordinária. “O 13º foi aprovado e reconhecido pelo STF”, justificou o parlamentar. Antes de dar entrada no projeto, os vereadores consultaram a assessoria jurídica do Parlamento, que alegou constitucionalidade. “Nós avaliamos, vimos que não está no limite da folha. Não é uma coisa que vai gerar mensalmente. É uma vez por ano”, ponderou Damian de Firmino.
“Quanto ao pensamento da população, é um direito nosso. Cabe a cada um (dos vereadores) abdicar. Não adianta vir com hipocrisia, ser contrário e receber”, acrescentou o vereador Damian.

O presidente da Câmara Municipal, Glêdson Bezerra (PMN), que se manifestou contra a emenda, informou que o debate sobre o 13º só aconteceu no início deste ano, quando a União dos Vereadores e Câmara do Ceará (UVC) realizou uma série de palestras falando sobre as prerrogativas dos vereadores. O assunto voltou a ser discutido quando a entidade retornou para um segundo curso. “Minha posição sempre foi a mesma”, garante Glêdson Bezerra.

O parlamentar disse não ser “interessante” a aprovação do 13º salário pelo momento de crise econômica que o País enfrenta. “Na época em que nós estamos cortando custos, Município em crise. Tem hora para tudo”, avaliou.

Impacto
O valor será retirado do repasse mensal que a Câmara de Vereadores recebe do Município. Em 2018, somando a quantia de R$ 1.264.415,52 de dezembro, o Parlamento recebeu R$ 15.157.351,56. Apesar disso, a quantia do 13º não atingiria o percentual máximo destinado para folha de pagamento, de 70%.

O mesmo repasse continuará sendo dado à Câmara Municipal. No entanto, pode impactar nos recursos aplicados na compra de equipamentos, obras ou pagamento de dívidas. “Eles já recebem do orçamento e tem uma programação para o ano”, explica o secretário de Administração e Finanças de Juazeiro do Norte, Evaldo Soares. Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário