sexta-feira, 26 de outubro de 2018

Datafolha vê avanço de Fernando Haddad e alimenta esperança do PT

Haddad diminuiu a distância em relação a Bolsonaro
A campanha de Jair Bolsonaro (PSL) acendeu, ontem, o botão amarelo diante do avanço de Fernando Haddad (PT) nas últimas duas pesquisas de intenção de votos, divulgadas pelo Ibope e pelo Datafolha. O capitão reformado do Exército lidera a disputa presidencial, mas o petista tem reduzido a distância e a sua rejeição.

Ontem, o Datafolha confirmou essa tendência já indicada pelo Ibope no dia anterior. Bolsonaro aparece com 56% dos votos válidos, enquanto Haddad, 44%, uma diferença de 12 pontos. No levantamento da semana passada (dia 18), a distância era de 18 pontos.

Entre os mais jovens (16 a 24 anos), Haddad viu sua intenção de voto subir de 39% para 45%, empatando tecnicamente com Bolsonaro, que caiu de 48% para 42%. Desde o início da semana, a campanha do PSL deu munição para perder votos nessa faixa etária, após ser revelada sua proposta de cobrar mensalidades dos alunos das faculdades federais.

A rejeição a ambos permanece alta. Haddad viu a sua oscilar negativamente de 54% para 52%, enquanto Bolsonaro teve a sua subindo três pontos, para 44%. No Datafolha, o deputado federal do PSL perdeu apoio em todas as regiões do País, embora mantenha sua liderança uniforme, exceto no Nordeste, onde Haddad lidera e tem 56% dos votos totais e Bolsonaro, 30%.

A maior subida de Haddad ocorreu na região Norte, onde ganhou sete pontos, seguido da Sul, onde ganhou 4. Já Bolsonaro mantém uma sólida vantagem na área mais populosa do País, o Sudeste: 53% a 31% do petista. O Centro-Oeste e o Sul seguem como sua maior fortaleza eleitoral, com quase 60% dos votos totais nas regiões. Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário