sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Literatura de Cordel é declarada Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro

Nesta última quarta-feira (19), no Forte de Copacabana, Rio de Janeiro, a literatura de cordel foi declarada Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil. Com o pedido do reconhecimento à espera desde 2010, protocolado pela Academia Brasileira de Literatura de Cordel (ABLC), o anúncio só confirma a importância da valorização dessa manifestação da cultura popular nacional.

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) ressalta que "o patrimônio cultural de um povo é formado pelo conjunto dos saberes, fazeres, expressões, práticas e seus produtos".

A decisão foi tomada unanimemente por Conselho Consultivo, e teve a presença do Ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão; de Kátia Bogéa, presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan); e do presidente da Academia Brasileira de Literatura de Cordel, Gonçalo Ferreira.

"A Academia vem realizando diversas iniciativas para promover o cordel em todo o Brasil, trabalhando com essa literatura em diferentes estados. Como enviamos o pedido do registro e estávamos acompanhando o processo, os membros da Academia já estavam esperando esse resultado", pontua o presidente da instituição, Gonçalo Ferreira, natural de Ipu, Ceará. Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário