quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Jovens promovem rebelião em Centro Socioeducativo de Fortaleza

Um socioeducador foi feito refém, na tarde de ontem, durante um princípio de rebelião do Centro Socioeducativo Canindezinho, em Fortaleza. Um outro servidor foi agredido com uma pedrada. Conforme um policial militar, que optou por não ser identificado, o motim aconteceu por volta de 14h30, quando um grupo de internos saiu de uma ala e abordou o profissional.

A Superintendência do Sistema Estadual de Atendimento Socioeducativo (Seas) informou, por nota, que adolescentes de um dormitório realizaram a ação no intuito de fugir do equipamento. Mas nenhum deles concretizou a fuga.

A situação foi controlada pela equipe da unidade e não houve danos ao patrimônio, segundo a Seas. Os dois socioeducadores, com ferimentos leves, foram atendidos por equipe médica.

O PM contou que foram encontradas duas armas de fabricação artesanal, no Centro Socioeducativo. De acordo com a Superintendência, será realizado Boletim de Ocorrência (B.O.). Os infratores foram levados para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), da Polícia Civil. Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário