terça-feira, 29 de maio de 2018

População de Banabuiú bloqueia BR-122 em protesto contra precariedade de rodovia

Trecho da estrada de Banabuiú interditado
Moradores da cidade de Banabuiú, no Sertão Central resolveram aproveitar a paralisação dos caminhoneiros e realizar um protesto contra o péssimo estado de conservação do trecho da BR-122, entre aquela cidade e o trevo de acesso a Quixadá. São aproximadamente 40 quilômetros da rodovia esburacados. O jeito foi impedir o tráfego para chamar a atenção dos órgãos responsáveis para o problema.

Equipes a serviço do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) estavam realizando os serviços de reparo nos trechos danificados. Para agilizar o DNIT designou duas equipes. Entretanto, “enquanto os operários tapam um buraco aparecem outros 10. Nós queremos e uma rodovia nova e não esta toda remendada” comentou o autônomo Rodrigo Sales.

Segundo o ex-vereador deste Município, Walter Pinheiro, conhecido como “Waltinho”, a população resolveu protestar porque o governador Camilo Santana havia prometido construir uma nova malha viária caso o Governo Federal não executasse o serviço, já que anteriormente aquele trecho estava sob os cuidados do Estado, quando foram inaugurados novos trechos da Rodovia Padre Cícero, como foi denominada.

O protesto teve início pela manhã e deverá se estender até o fim da tarde. Pneus foram queimados na rodovia para impedir que os veículos furassem o bloqueio, enquanto um grupo de estudantes empunhava cartazes. Eles também resolveram protestar. Não estão aguentando mais o sacolejo dentro dos ônibus escolares no caminho para a aula e no retorno para casa.

A cada hora o bloqueio é liberado para os motoristas seguirem viagem. Um grande número de motoristas de carros-pipa aderiu ao protesto e também receberam o apoio da população pela paralisação dos caminhoneiros. Com informações do Blog Diário Sertão Central


Nenhum comentário:

Postar um comentário