quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Rotary Club de Iguatu realiza prova de seleção para alunos bolsistas

Reunião com as instituições de ensino
Na última reunião ordinária do Rotary Club de Iguatu, um dos assuntos discutidos foi a seleção que vai definir os novos alunos oriundos de escolas públicas do município que vão cursar o ensino médio na rede privada a partir de 2018.

As coordenações pedagógicas das 18 instituições ligadas ao município entregaram no mês de setembro uma lista com os nomes dos 65 melhores alunos, 2 de cada turma de 9º ano. Compareceram 47 inscritos, que se submeteram a provas de Português, Matemática e Redação. A maioria dos concorrentes apresentou bom desempenho em Português, e notas regulares nas duas últimas disciplinas.

As provas foram realizadas na escola Modelo no dia 21 de outubro. A instituição ainda auxiliou na elaboração e correção das provas por meio do corpo docente. O Rotary Club de Iguatu divulgou em reunião entre os associados os primeiros colocados da seleção, entretanto mantém sigilo dos nomes dos bolsistas que farão o ensino médio em escolas particulares já no próximo ano. Uma nova reunião com as escolas privadas parceiras do projeto ainda ocorrerá para ser definido o número de vagas que serão ofertadas.

Somados com os 6 bolsistas que conseguiram obter êxito no primeiro ano do ensino médio, mais os 4 de 2016, 10 alunos, são assistidos com ensino gratuito na rede privada pelo Rotary e os parceiros (Escola Modelo, Ruy Barbosa e Polos). “Foi compromisso firmado quando tomamos posse a manutenção dos projetos do ano anterior e vamos conseguir além de por em prática outros novos”, afirmou o presidente do Rotary Club de Iguatu, Vinicius Mendonça.

Manutenção
Com o projeto de alunos bolsistas, apesar de ter garantido as bolsas de estudos por meio das instituições de ensino particular, o Rotary precisa reafirmar o compromisso de bancar o material de estudo e fardamento escolar dos 6 alunos beneficiados, em torno de R$ 12 mil. Para isso o club de serviço articula o III Festival de Cerveja. O propósito da ação será angariar fundos para subsidiar projetos já existentes e pôr em prática outros. O principal deles é o da concessão de bolsas estudantis. Com informações da Assessoria/Thiedo Henrique

Nenhum comentário:

Postar um comentário