sábado, 2 de setembro de 2017

Voo livre se fortalece do Interior do Ceará com curso de resgate e nova rampa

Quixadá tem sido muito procurada para a prática desse esporte
Neste sábado (2), através de uma parceria formada pelas empresas Quixadá Aventura, Promovento, Associação de Voo Livre do Sertão Central (AVLSC) e a Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo de Quixadá (Sedet) estão promovendo o primeiro curso de resgate de pilotos.

Conforme o empresário e piloto de parapente Eurismar Júnior, idealizador do curso, a proposta tem por objetivo resolver o problema da carência de equipes de resgate e ao mesmo tempo criar uma nova oportunidade de emprego. Em Quixadá, a temporada oficial de voo livre está começando e deve se estender até meados de dezembro. Apesar da sazonalidade a renda extra pode chegar a R$ 350,00 por dia se o motorista tiver carro próprio.

Eurismar Junior acrescentou que não é preciso ser motorista profissional para participar do curso. Basta apenas ter experiência na direção, saber acompanhar o GPS, apreender as coordenadas de latitude e longitude, se for necessário e saber se comunicar pelo rádio. Todavia, com a atual tecnologia, o mapa virtual leva o motorista exatamente ao ponto onde o piloto pousar. Quando o voo superar as fronteiras do Ceará pode haver acerto especial para o serviço.

Campeonato brasileiro
Outra novidade positiva para essa modalidade no Ceará é a possibilidade de Quixadá sediar uma das etapas do Campeonato Brasileiro de Voo Livre. A iniciativa partiu da AVLSC. O presidente da Associação, Dileone Freitas credenciou o Município junto à Confederação Brasileira de Voo Livre. O evento, que pela primeira vez deverá ser realizado no Estado, contará com o apoio da prefeitura, através da Sedet.

Considerada o Havaí do Voo Livre Quixadá possui duas rampas de voo livre, a da Serra do Urucum, ao lado do Santuário de Nossa Senhora Imaculada Rainha do Sertão e a outra do distrito de Juatama, a do Pedra dos Ventos Resort, onde a maioria dos pilotos estrangeiros costuma se hospedar para participarem do X Ceará, uma competição de cross country realizada há mais de 20 anos no mês de outubro. Fonte: Diário Sertão Central

Nenhum comentário:

Postar um comentário