terça-feira, 15 de agosto de 2017

Rotary Club de Iguatu soma forças com a URCA para instalação do curso de Música

Reunião que discutiu o projeto (Foto: Assessoria Rotary)
Em reunião do Rotary Club de Iguatu na última quarta-feira, 09, a entidade de serviço recebeu uma comitiva formada por membros do ‘Projeto Iguatu Capital da Música’, que busca o envolvimento da sociedade civil organizada na articulação da vinda do curso acadêmico de Música para Universidade Regional do Cariri (URCA) campus Iguatu visando o fortalecimento de polo econômico e cultural da cidade.

O projeto foi apresentado pela professora do curso de economia da URCA, Jaqueline de Souza, e pelos professores da escola de música popular Humberto Teixeira, Mateus Staniel e Gustavo Costa. “Já me deparei com diversos alunos que se sentem obrigados a saírem da cidade ou até mesmo de adormecer esse sonho de conhecimento mais a fundo da arte devido à cidade não possuir licenciatura ou bacharelado em música”, contou Gustavo.

Mateus, que se apresenta com trabalho autoral em eventos da noite iguatuense e na região Centro-Sul, afirmou que a cidade com seu potencial já devia ofertar oportunidade no seguimento de ensino universitário. “Sabemos da força que o meio tem e precisamos fortalecer ainda mais. A vinda de um curso como esse fortaleceria. Cidades no Ceará como Guaramiranga é uma antes e depois do festival de jazz e blues. E nossa cidade tem potencial. Quando se fala de Iguatu, todos lembram que é terra de Eleazar de Carvalho, Evaldo Gouveia e Humberto Teixeira, todos músicos, e isso tem um peso cultural no país”.
O projeto prevê colocar a cidade como centro cultural da arte no estado. Para vinda do curso uma defesa com dados econômicos e culturais da cidade e região foi protocolada por meio de petição junto ao plano de desenvolvimento instrucional (PDI) da URCA. “A fase de momento é de convencer ao governador a importância do curso, visando que ele nos dê segurança por meio de recursos que passam pela secretaria de ciências e tecnologia do estado”, explicou.

Para ganhar força diversas entidades estão sendo visitadas assim como Rotary Club de Iguatu. “Nossa luta já conta com apoio já do reitor Patrício de Melo, prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor, e Cida Albuquerque secretária de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior que assinaram o termo de compromisso que o equipamento atual da escola de música pudesse ser usado para os futuros acadêmicos até a estruturação”, disse Jaqueline.

Vinicius Mendonça Assunção, presidente do Rotary Club de Iguatu, declarou apoio à causa. “O que é bom para Iguatu é bom também para o club que trabalha também pelo desenvolvimento da cidade. Esse manifesto tem o apoio sim do club. E se for preciso ir uma representação nossa ao encontro do governador, faremos isso com toda certeza”, garantiu. Informações: ​Thiedo Henrique

Nenhum comentário:

Postar um comentário