quarta-feira, 17 de setembro de 2014

STF suspende decisão que impedia circulação da revista IstoÉ falando de Cid Gomes

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luis Roberto Barroso, suspendeu, nesta quarta-feira (17), a decisão da juíza Maria Marleide Maciel Queiroz, da 3º Vara de Família, em Fortaleza, que impedia a circulação da edição da revista "IstoÉ" que contém uma reportagem relatando o suposto envolvimento do governador do Ceará, Cid Gomes (Pros), com o ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, preso pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal (PF).

Com o fim da proibição imposta pela magistrada, a revista informou em seu próprio site que volta a circular em todo o País, inclusive no Ceará, e a matéria em sua versão eletrônica também já se econtra disponível para acesso.

O governador cearense se manifestou oficialmente no último dia 15 de setembro, por meio de nota, informando que nunca teve envolvimento, nem qualquer tratativa pessoal com Paulo Roberto Costa e que entraria na Justiça para censurar a revista IstoÉ.

Segundo a publicação, o nome do governador do Ceará teria sido citado pelo ex-diretor de abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, que está utilizando o benefício da delação premiada para auxiliar as investigações da Operação Lava Jato, da Polícia Federal (PF).

"Gomes, assim como algumas dezenas de políticos brasileiros, foram citados por Costa no extenso depoimento que ele vem dando ao Ministério Público Federal após acordo de delação premiada", diz texto publicado no site da "IstoÉ". Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário