terça-feira, 19 de março de 2019

Professores do Ceará anunciam paralisação geral contra a reforma da Previdência de Bolsonaro

Assim como em Minas Gerais, professores do Ceará
irão fazer o Dia D contra a reforma da Previdência
A oposição à proposta de reforma da Previdência do governo de Jair Bolsonaro não vai ficar só no âmbito dos partidos de esquerda, mas também entre categorias.

Os professores das redes estadual e dos municípios cearenses, por exemplo, vão realizar um Dia D contra a matéria, informa o presidente do Sindicato Apeoc, Anízio Melo, que, no último fim de semana, foi reeleito, em assembleia geral realizada na sede sindical, para mais quatro anos à frente dessa entidade.

“Nos vamos oficiar ao Estado e a todas as secretarias municipais da Educação que vamos paralisar no próximo dia 22 contra essa proposta de ‘Nova Previdência’ que não passa de retrocesso”, afirma Anízio. Para ele, a proposta de reforma só virá atender aos interesses do sistema financeiro de olho nos lucros que podem obter com oferta de fundos de aposentadoria.

Essa paralisação, segundo o dirigente da Apeoc, terá caráter nacional, pois também será puxada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em educação (CNTE).

O protesto começa, bom destacar, por área que tem à frente o polêmico ministro Ricardo Vélez, considerado pela categoria o que há de pior do conservadorismo da sala de aula dos bolsonaristas. Com informações do Blog Eliomar de Lima

Solenidade de colação da URCA em Iguatu coloca mais de 100 novos profissionais no mercado de trabalho

Momento solene de outorga de grau da URCA em Iguatu
A Unidade Descentralizada de Iguatu da Universidade Regional do Cariri (URCA) realizou na noite desta quinta-feira (14/03), no campus Multi-Institucional Humberto Teixeira, a Colação de Grau do segundo semestre de 2018 da Instituição. O evento foi presidido pelo Reitor José Patrício Melo, em sua última solenidade à frente do cargo, e contou com a participação do Vice-Reitor, Francisco do O’ de Lima Júnior, Pró-Reitor de Graduação, João Luís do Nascimento Mota, Pró-Reitora Adjunta de Extensão, Cleide Correia de Oliveira e Diretor da Unidade, José Ivo Ferreira, além de Diretores e Coordenadores da Unidade.

Colaram grau 100 formandos de quatro cursos. A colação de grau ainda contou com a presença do Deputado Estadual, Marcos Sobreira; Prefeito de Iguatu, Edinaldo Lavor; e a Presidente da Câmara dos Vereadores, Eliane Braz, que vieram prestigiar o ato, destacando a importância do fortalecimento do ensino superior.

O Reitor fala sobre a relevância da UDI para Instituição e relata as dificuldades enfrentadas para o estabelecimento da Unidade. “Neste momento tenho o sentimento de dever cumprido, pela ousadia do que significou desde do início, a construção do campus. No início funcionávamos na escola São José, lá faltava energia no laboratório de informática, ficávamos sem eletricidade, havia os embates e todos juntos construímos uma história de lutas e conquistas”, afirmou.

O Diretor da UDI destaca a importância da URCA para o desenvolvimento Regional de Iguatu. “Com a URCA em Iguatu houve uma transformação da sociedade Iguatuense, pois o conhecimento mudou a realidade, a cidade se desenvolveu. Hoje Iguatu possui mais oportunidades e isso é uma característica da Universidade, desde a sua fundação”, disse.

Na ocasião, foi entregue uma placa em homenagem ao curso de Direito de Iguatu, configurado entre
Momento de homenagem à URCA de Iguatu
os 160 melhores cursos do Brasil pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Após, os Professores Patrício Melo e Lima Júnior também receberam uma homenagem, chamada Projeto de Gratidão, na qual afirma que a UDI reconhece o espírito público e o compromisso para a consolidação da Unidade no período de 2015 a 2019.

A Unidade Descentralizada de Iguatu da URCA já formou 1.846 egressos ao longo de 15 anos de história na Região Centro-Sul do Estado. Os novos formandos são dos cursos de Direito, Enfermagem, Ciências Econômicas e Licenciatura em Educação Física. Fonte: Site da URCA

Forte chuva na cidade do Crato faz canal transbordar e causar alagamento

Inundação do canal na cidade de Crato (Foto: DN)
Uma forte chuva que caiu sobre a encosta da Chapada do Araripe, no Crato, na noite desta segunda-feira (18), resultou no transbordamento do Canal do Rio Granjeiro. 

A Avenida José Alves de Figueiredo, por onde passa o canal, ficou alagada. A força da água arrastou carros e um ônibus chegou a cair em um buraco.

A água invadiu casas, destruindo móveis e pertences de moradores. Uma árvore caiu na Praça da Sé. O Corpo de Bombeiros está no local para a retirada. 

Segundo o professor de Geografia Bruno Furtado, que mora próximo ao local, o canal transborda, geralmente, de quatro em quatro anos, sempre que chuvas fortes caem na região. "Isso acontece justamente por conta da urbanização. A obra de esgoto é mal feita, e sempre dá nisso aí. A água entrou em várias casas e agora a população está aí trabalhando para resolver esse problema", afirmou.

O prefeito da cidade, Zé Ailton Brasil, informou que equipes de limpeza da Secretaria de Meio Ambiente interditaram o trecho da avenida atingido para retirada da lama, além de ruas próximas para limpeza.

"Estou visitando algumas famílias para ver a maneira como a Prefeitura pode ajudar, amanhã cedo já vamos nos reunir com os nossos secretários. Aqui é uma área que quando dá chuva, é logo a primeira área a ser atingida. Foi uma grande chuva na serra, num curto espaço de tempo", disse. 

Ele disse, ainda, que para resolver o problema de transbordamento do canal, a Prefeitura precisaria de R$ 100 milhões, o que não seria viável. "Hoje nós teríamos que mudar totalmente esse ritmo do canal. Teria que se fazer praticamente um novo. Nós mandamos fazer um projeto, que custa mais de 100 milhões de reais. A Prefeitura sozinha não tem condições, nem o estado sozinho. Então tem que ser com o governo federal, para que a gente possa unir forças e procurar uma solução definitiva para o canal", finalizou. Fonte: DN

domingo, 17 de março de 2019

Ceará registra a segunda morte por meningite neste ano

O Ceará registrou mais uma morte em decorrência de meningite nesta semana. O caso ocorreu em Fortaleza e é o segundo óbito pela doença no Estado neste ano. 

A informação consta no último boletim semanal de doenças de notificação compulsória da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa). O perfil do paciente não foi informado pelo órgão.

Diferentemente do primeiro caso registrado no último dia 7, o óbito não foi resultado da doença meningocócica, a forma mais grave de infecção. Dessa vez, o registro da Sesa consta sob a classificação "outras meningites".

Sem preocupação
Conforme o último boletim, o Estado registrou 44 casos de meningite somente em 2019, sendo cinco deles por doença meningocócica e 39 por outras meningites. As duas mortes pela doença ocorreram na Capital. No ano passado, o Ceará teve 401 casos confirmados de meningite, o que representa uma taxa de incidência de 4,5 casos por cada grupo de 100 mil habitantes, com 37 mortes registradas.

"Não há motivo para preocupação, porque o número de casos de meningite no Estado está dentro do esperado e abaixo do notificado no mesmo período do ano passado. A doença está se comportando conforme o esperado", esclarece Sarah Mendes, supervisora do núcleo de Vigilância Epidemiológica da Sesa sobre as duas mortes registradas pela doença na Capital.

Cuidados
Apesar do controle, Sarah Mendes orienta que a população deve continuar mantendo cuidados que são importantes para evitar a proliferação de doenças infectocontagiosas, entre as quais está a meningite. Segundo a supervisora da Vigilância Epidemiológica, as dicas são evitar aglomerações e ambientes sem circulação de ar, lavar as mãos e fazer uso de álcool gel.

Segundo a supervisora, os cuidados precisam ser redobrados para grupos mais suscetíveis a apresentar complicações em caso de infecção, a exemplo de crianças, idosos, pessoas com comorbidades e imunossupressoras. Fonte: DN

sábado, 16 de março de 2019

Ministro Paulo Guedes diz que vai investir na digitalização e descarta novos concursos

Ministro Paulo Guedes 
O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta sexta-feira, 15 de março, que não pretende realizar concursos públicos nos próximos anos, apesar da previsão de que muitos servidores vão se aposentar. Ele ainda destacou que o governo conta com o apoio dos estados e municípios para aprovar a reforma da Previdência. 

“Cerca de 40% a 50% do funcionalismo federal irá se aposentar nos próximos anos, e a ideia é não contratar pessoas para repor. Vamos investir na digitalização”, disse Guedes.

Ainda de acordo com o ministro da Economia, a recuperação econômica do país depende da aprovação de medidas efetivas, como a reforma da Previdência, e a revisão do pacto federativo com estados e municípios. “Me ajuda a fazer a reforma, que o dinheiro cai naturalmente”, disse.

Guedes também falou sobre a reforma da Previdência. Para ele, o sistema de repartição – pelo qual os trabalhadores da ativa contribuem para financiar os benefícios de quem está aposentado – que é usado atualmente no Brasil, “é um sistema insustentável”, afirmou.

As declarações de Paulo Guedes foram dadas durante evento na Fundação Getulio Vargas (FGV) no Rio de Janeiro. Também esteve na reunião o secretário especial de Previdência Social, Rogério Marinho. Na ocasião, Marinho afirmou que o governo vai considerar as diferenças nas carreiras dos militares ao propor um novo modelo de aposentadoria. Informações Jornal O Globo.

Espanhola Aena vence concorrência dos seis aeroportos no Nordeste, incluindo Juazeiro do Norte

A espanhola Aena desembolsou R$ 1,9 bilhão
pelos seis aeroportos nordestinos
Disputa acirrada pelo Bloco Nordeste (composto pelos aeroportos do Recife-PE, Juazeiro do Norte-CE, Aracaju-SE, Maceió-AL, João Pessoa e Campina Grande-ambos PB), que marcou a 5ª rodada de concessão de terminais, promete se estender pelos próximos 30 anos - período em que a concessionária deve administrar os aeroportos.

A grande vencedora do certame que ocorreu na Bolsa de Valores, em São Paulo, foi a espanhola Aena. A empresa desembolsou R$ 1,9 bilhão pelos seis aeroportos nordestinos e indica vir para acirrar a disputa deste mercado na Região, principalmente, com a alemã Fraport, administradora do Aeroporto de Fortaleza.

Juan José Álvarez, diretor da Aena, não mediu palavras ao falar desta competição, reforçando a relevância do terminal pernambucano para o setor no Nordeste. "Recife é o segundo ponto no Brasil mais próximo da Europa. É uma oportunidade muito grande para nós. Fortaleza terá que competir conosco", declarou.

O Aeroporto Internacional do Recife é um dos mais importantes do Nordeste e um dos maiores concorrentes diretos de Fortaleza. Os dois terminais disputam a atração de novas rotas internacionais e são os únicos da região que possuem hubs (Azul em Recife e Gol em Fortaleza). 

Fraport fora da disputa

A alemã Fraport bem que tentou entrar na disputa pelo Bloco Nordeste, mas logo na abertura das propostas ficou de fora, porque não ofereceu um dos três valores mais altos de outorga para os aeroportos. A vice-presidente executiva da empresa, Aletta von Massenbach, esteve no leilão e ficou surpresa com os altos valores ofertados para o bloco.

"É impressionante como vocês conseguiram atrair ofertas tão altas. Parabéns para o Brasil. Eu fiquei surpresa", resumiu. A Fraport ofereceu pouco mais de R$ 850 milhões para o bloco Nordeste, R$ 1 bilhão a menos que sua principal concorrente, a Aena, que arrematou os terminais.

Participaram ainda da disputa a Zurich, que até os últimos 15 minutos cobriu a oferta da Aena, mas perdeu no final; o consórcio Nordeste, liderado pela alemã AviAlliance; a CPC; e a francesa Vinci, que administra o Aeroporto de Salvador. Fonte: DN

sexta-feira, 15 de março de 2019

Caixa Econômica Federal começa a pagar último lote do abono do PIS de 2017

A Caixa Econômica Federal começou a pagar nesta quinta-feira (14), o último lote do abono salarial do PIS referente a 2017. Recebem os nascidos nos meses de maio e junho, O Banco do Brasil faz o pagamento do abono do Pasep a funcionários públicos com número final de inscrição 8 e 9. A estimativa do Ministério da Economia é de que R$ 3,1 bilhões de reais sejam destinados a 3,9 milhões de pessoas.

Têm direito ao abono os trabalhadores inscritos no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos que tiveram registro em carteira naquele ano por ao menos trinta dias, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos (1.874 reais em 2017). É necessário que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Todos os beneficiários têm até o dia 28 de junho para retirar o pagamento. Depois desta data, os recursos são transferidos ao Fundo de Amparo ao Trabalhador. Para os trabalhadores que são correntistas da Caixa ou do BB, o benefício foi pago na terça-feira 19. O abono salarial é referente ao ano de 2017.

O valor de pagamento varia de 84 a 998 reais, dependendo do número de meses trabalhados no ano-base do calendário de pagamento vigente, no caso, 2017. Logo, quem esteve empregado o ano todo recebe o valor equivalente a um salário mínimo (998 reais). Quem trabalhou por apenas trinta dias recebe o valor mínimo, que é de 1/12 do salário mínimo (84 reais), e assim sucessivamente.

Reforma quer restringir benefício
A proposta de reforma da Previdência que tramita no Congreso pode pagamento do abono do PIS/Pasep apenas a quem trabalhou com registro formal no ano-base anterior por, pelo menos, 30 dias, recebendo até um salário mínimo mensal.

Caso a reforma passe, só teriam direito ao PIS/Pasep trabalhadores que receberam, em média 998 reais por mês no ano e não mais 1.996, que é equivalente a dois salários mínimos hoje.

A reforma altera diversos pontos da legislação previdenciária e assistencial. Entre os pontos principais está a fixação de idade mínima para que trabalhadores possam pedir a aposentadoria: 62 anos para as mulheres e 65 para os homens. Além disso, seria necessário contribuir com a Previdência por 20 anos, no mínimo. Fonte: www.msn.com

quinta-feira, 7 de março de 2019

Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira foi a grande campeã do carnaval do Rio em 2019

Entre os heróis abordados pela Mangueira, estava
o cearense Chico da Matilde, o Dragão do Mar
Estação Primeira de Mangueira foi, pela 20ª vez, a campeã do Carnaval no Rio de Janeiro. Com o enredo "História para ninar gente grande", a escola deu uma aula de história na Sapucaí, dando destaque a heróis da resistência negra e indígena.

Entre os heróis abordados pela escola, estava Chico da Matilde, o Dragão do Mar, que lutou para impedir o embarque de escravo no Estado e contribuiu para a abolição da escravidão na região.

O samba da Mangueira também citou Marielle Franco, vereadora do PSOL assassinada a tiros no ano passado. A viúva de Marielle, o deputado federal Marcelo Freixo e o vereador Tarcísio Mottado do PSOL participaram do desfile.

A escola havia vencido também o prêmio Estandarte de Ouro do Carnaval 2019, do jornal O Globo. Além de ter sido escolhida como a melhor escola, a Mangueira também foi eleita como a dona do melhor samba-enredo e melhor porta-bandeira. Fonte: O Povo

Ceará registra 24 notificações e uma morte por meningite em 2019

Doença infectocontagiosa de relevante gravidade, a meningite fez a primeira vítima no Ceará em 2019. Dos 24 casos notificados nos dois primeiros meses do ano, segundo dados da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), um evoluiu para óbito. 

Entre as notificações, quatro são do tipo mais perigoso da doença, a meningocócica. A incidência predominante foi entre pessoas de 30 a 59 anos de idade, representando 40% dos casos. 

No ano passado, o Estado registrou 401 casos confirmados da doença, taxa de incidência de 4,5 casos por cada grupo de 100 mil habitantes, com 37 mortes. Classificando por etiologia, as meningites não especificadas somaram 48,1% dos casos, segundo a Sesa. As virais, por sua vez, totalizaram 26,7% das ocorrências e as bacterianas - as formas mais graves da infecção - 19,5%.

Se analisados os últimos nove anos, entre 2010 e 2018, quando foram confirmados 3.405 casos de meningites, a faixa etária mais acometida pela doença foi a de 20 a 39 anos, com 28,3% dos casos, seguida de 40 a 59 anos, com 18,1% das ocorrências. Apesar disso, é no período da infância que a preocupação é maior, devendo os pais atentarem ao calendário de imunização, considerada a forma mais efetiva de prevenção contra a enfermidade.

“O problema das crianças é porque elas têm um sistema imunológico ainda em formação, sendo mais suscetível um adoecimento de forma mais grave. Mas a criança tem a sua vacinação garantida, prevista pelo Sistema Único de Saúde (SUS)”, destaca a supervisora do Núcleo de Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde, Sarah Mendes. 

Segundo explica, todas as unidades públicas de saúde que ofertam serviço de imunização devem conter as vacinas que protegem contra a meningite, seja ela a BCG, indicada para prevenir as formas graves de tuberculose, tais como a meningite tuberculosa; a vacina Pneumocócica 10-valente – indicada para prevenir contra infecções invasivas, dentre elas a meningite, causadas pelos 10 sorotipos de Streptococus pneumonia; a Pentavalente, que previne, dentre outras doenças bacterianas, a meningite por Haemophilus influenzae tipo b; além da vacina Meningocócica C (Meningo C), indicada para a prevenção da doença sistêmica causada pela Neisseria meningitidis do sorogrupo C, sorogrupo de maior circulação no País. Fonte: Diário do Nordeste

quarta-feira, 6 de março de 2019

Fortes chuvas são registradas nesta quarta-feira no Ceará

Ruas alagadas em Fortaleza (Foto: Jamil Cezar/VC Repórter)
Chove em mais de 40 cidades cearenses, de acordo com boletim divulgado pela Funceme até 8 horas desta manhã de quarta-feira. 

Em Fortaleza, pancadas de chuva se registram em alguns bairros, o que já serviu para provocar alguns alagamentos.

Confira as 10 maiores chuvas até o momento:
Paracuru (Posto: Jardim Do Meio) : 61.4 mm
Acaraú (Posto: Acarau) : 45.0 mm
Trairi (Posto: Fazenda Lages) : 44.0 mm
Ocara (Posto: Curupira) : 42.0 mm
Campos Sales (Posto: Campos Sales) : 40.0 mm
Camocim (Posto: Camocim) : 38.0 mm
Morada Nova (Posto: Açude Cipoada) : 31.4 mm
Caucaia (Posto: Tucunduba) : 30.0 mm
Jaguaretama (Posto: Serrote Branco) : 30.0 mm
Caucaia (Posto: Sitios Novos) : 30.0 mm
Fonte: Blog Eliomar de Lima

terça-feira, 5 de março de 2019

CNBB lança Campanha da Fraternidade 2019 falando sobre Políticas Públicas

A Campanha da Fraternidade (CF) de 2019, traz como temática: Fraternidade e Políticas Públicas inspirada pelo versículo bíblico: “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1, 27). O texto base da campanha deste ano faz com que a sociedade possa refletir sobre esse tema tão pertinente: "Políticas Públicas é importante para entender a maneira pela qual elas atingem a vida cotidiana, o que pode ser feito para melhor formatá-las e quais as possibilidades de se aprimorar sua fiscalização”. 

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) vai abrir oficialmente, a campanha, nesta quarta-feira de cinzas, dia 06 de março onde nesta Campanha, a ser desenvolvida mais intensamente no período da Quaresma, a Igreja Católica buscará chamar a atenção dos cristãos para o tema das políticas públicas, ações e programas desenvolvidos pelo Estado para garantir e colocar em prática direitos que são previstos na Constituição Federal e em outras leis.

Segundo o documento da CNBB, as políticas públicas são ações e programas que são desenvolvidos pelo Estado para garantir e colocar em prática direitos que são previstos na Constituição Federal e em outras leis. O item 20 do documento destaca que Políticas Públicas representam soluções específicas para necessidades e problemas da sociedade. “Ela é a ação Estado, que busca garantir a segurança e a ordem, por meio da garantia dos direitos”, diz o texto.

Essa participação direta da sociedade na elaboração e implementação de Políticas Públicas está garantida na Constituição Federal de 1988 que prevê a participação popular em conselhos deliberativos que estão divididos em quatro áreas: criança e adolescente; saúde; assistência social e educação.

Boneco gigante de Bolsonaro desfila em Olinda sob vaias e chuva de latas

A reação do público foi de vaias e
latas de cervejas jogadas nos bonecos
Nem mesmo o esquema de segurança reforçado evitou que os bonecos gigantes representando o presidente Jair Bolsonaro e a primeira dama, Michelle, fossem alvo de uma chuva de vaias e latas de cerveja, refrigerante e até pedras de gelo, na manhã desta segunda-feira, 4, durante o tradicional desfile pelas ladeiras de Olinda. 

Até poucos minutos antes da festa, que ano a ano arrasta milhares de foliões, representantes da Embaixada dos Bonecos Gigantes, responsável pela organização do evento, não tinham confirmado a participação do "casal Bolsonaro". Durante toda a concentração, os bonecos ficaram cobertos com panos pretos. 

Durante o trajeto, os foliões vaiavam e atiravam latas de cerveja e gelo no boneco de Bolsonaro. "Ai, ai, ai… Bolsonaro é o carai", cantava o público.

Em alguns dos momentos de maior exaltação, na tentativa de conter a reação popular, a PM interveio para dar apoio aos seguranças particulares contratados pelos organizadores. 

De acordo com foliões que acompanhavam o bloco, em pelo menos duas ocasiões, a PM lançou spray de pimenta no público. 

O arquiteto João Freitas, 50, reprovou a presença dos calungas da família Bolsonaro no desfile. "Achei uma bobagem a organização insistir em colocar os bonecos do presidente e da primeira-dama para desfilar. Todo mundo que conhece o Carnaval de Olinda sabe que ele não é bem-vindo na festa, que sempre teve um caráter de crítica política muito forte. Acabou criando uma tensão desnecessária", afirmou. 

Já a pedagoga Lídia Soares, 41, aprovou os novatos. "O Carnaval das ladeiras de Olinda é democrático. Não tem porque proibir nada. A reação do público deixou claro que aqui não tem espaço para Bolsonaro, mas o boneco só fez animar ainda mais a festa", contou. Fonte: O Estadão

Prêmio da Mega-Sena desta quarta-feira de cinzas pode chegar a R$ 80 milhões

A Mega-Sena sorteia, nesta quarta-feira (6), o prêmio acumulado de R$ 80 milhões. O sorteio do concurso 2.131 será realizado às 20h (horário de Brasília), no Caminhão da Sorte que está estacionado na Avenida Emílio Chechinato, em Itupeva, interior de São Paulo.

As apostas podem ser feitas até às 19h (horário de Brasília) desta quarta, em qualquer lotérica do país e também no Portal Loterias Online.

Como jogar
Dentre os 60 números disponíveis, você marca seis no cartão. É possível ganhar prêmios ao acertar 4 ou 5, além dos 6 números sorteados A aposta mínima é de R$ 3,50. Fonte: DN

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

Procurador aponta suspeita de improbidade de Jair Bolsonaro na Câmara

O presidente é apontado por suspeitas de
improbidade administrativa e peculato
O procurador Carlos Henrique Martins de Lima, do Distrito Federal, enviou uma representação contra o presidente Jair Bolsonaro à Procuradoria-Geral da República em que aponta suspeitas de improbidade administrativa e peculato. A representação indica a possibilidade de que o gabinete de Bolsonaro na Câmara tenha empregado a ex-assessora Nathália Melo de Queiroz como funcionária fantasma. 

Nathália estava lotada no gabinete de Bolsonaro na Câmara dos Deputados enquanto trabalhava, segundo o documento, como personal trainer no Rio de Janeiro em horário comercial. A funcionária em questão é filha do motorista Fabrício Queiroz, que foi assessor do senador Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), quando o filho do presidente era deputado estadual. O motorista, por sua vez, é investigado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro por movimentações financeiras atípicas, identificadas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). O gabinete de Bolsonaro atestou a frequência de Nathália em Brasília.

Após o envio da representação, cabe agora à Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, avaliar se abre ou não uma investigação envolvendo o presidente com base na representação de Lima. O procurador ressalta, no documento, que a Constituição impede que o presidente da República seja responsabilizado por fatos anteriores à posse, mas argumenta que é possível abrir investigação sobre o caso.

"Nada impede que o Presidente da República seja investigado e responsabilizado na esfera cível e, na esfera penal, veja a investigação por tais atos ter regular andamento, entendimento partilhado pela atual Procuradora-Geral da República", escreve o procurador na representação. Fonte: Diário do Nordeste

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Rádio Jornal Centro Sul AM de Iguatu migra para sistema FM na faixa 98,9MHz

A Rádio Jornal FM está em fase de testes
O município de Iguatu ganha uma nova emissora de rádio em frequência modulada, a partir da determinação do Ministério das Comunicações para o processo de migração de emissoras AM para FM. A Rádio Jornal Centro Sul AM que operava em Iguatu desde 1979 não mais existe nessa modalidade e agora passa a operar em FM com uma potência de 3kw. 

A mudança ocorre não só como nova frequência de rádio que está operando em 98,9 MHz bem como está sendo anunciada uma nova programação voltada para o segmento do jornalismo e do entretenimento. 

A expectativa é que a nova emissora Rádio Jornal FM 98,9MHz comece a operar de forma definitiva, logo após o carnaval, já com sua programação definida pela direção da emissora. 

Sistema de migração
As migrações de radiodifusores AM tiveram como prazo final o dia 24 de julho de 2018 para fazer a solicitação da mudança de frequência. Esta possibilidade de extensão de prazo foi proporcionado pelo Decreto 9.270 de 26 de janeiro de 2018. O prazo anterior era 10 de novembro de 2014.

A migração já alcançou 700 emissoras das 1781 AM existentes, contabilizando mais de 300 estações no ar.

Pesquisa: Governo Bolsonaro tem aprovação de 38,9% dos brasileiros

Jair Bolsonaro acumula quase 20% de reprovação
O governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) é avaliado como ótimo ou bom por 39% da população brasileira, conforme pesquisa divulgada, nesta terça-feira (26) pela CNT (Confederação Nacional do Transporte). A avaliação negativa ficou em 19%.

Os que avaliaram o governo Bolsonaro como regular foram 29%, e os que o avaliaram como ruim ou péssimo foram 19%.

O levantamento mostra ainda que o governo é considerado péssimo para 12% dos entrevistados e ruim para 7%. A avaliação "regular" ficou em 29%. Do total, 13% dos entrevistados não souberam responder.

Reforma Previdência
A população está dividida em relação à reforma da Previdência. Segundo pesquisa CNT/MDA, divulgada nesta terça-feira, 45,6% da população rejeitam a proposta e 43,4% aprovam a matéria. Outros 11% não sabem ou não quiseram responder. 

A pesquisa CNT/MDA ouviu 2.002 pessoas entre quinta-feira (21) e sábado (23) em 137 municípios de 25 unidades federativas.

Governos anteriores
A maior parte da população brasileira considera que, até o momento, o governo Jair Bolsonaro é melhor que o do ex-presidente Michel Temer. De acordo com a pesquisa CNT/MDA, 55,4% acreditam que o atual governo está sendo melhor do que o antecessor, 24,3% acham que está sendo igual e 8,7% que está sendo pior. Outros 11,6% não souberam ou não quiseram responder.

Em relação ao governo da ex-presidente Dilma Rousseff, 55,9% consideram que o governo Jair Bolsonaro está sendo melhor, 14,5% acham que está sendo igual e 19,4% acreditam que a gestão de Bolsonaro é pior do que a da petista. Outros 10,2% não souberam ou não quiseram responder. Com informações da Folhapress 

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

MEC recua e retira slogan do governo no comunicado às escolas

A ação solicitada do MEC deve ser voluntária
O Ministério da Educação (MEC) enviará, ainda nesta terça-feira, 26, a escolas do país uma carta atualizada do ministro, professor Ricardo Vélez Rodríguez, com um pedido de cumprimento voluntário para que seja lida no primeiro dia letivo deste ano.

A carta a ser lida foi devidamente revisada a pedido do ministro, após reconhecer o equívoco, tendo sido retirado o trecho também utilizado durante o período eleitoral.

No e-mail em que a carta revisada será enviada, pede-se, ainda, que, após a sua leitura, professores, alunos e demais funcionários da escola fiquem perfilados diante da bandeira do Brasil, se houver na unidade de ensino, e que seja executado o Hino Nacional.

Para os diretores que desejarem atender voluntariamente o pedido do ministro, a mensagem também solicita que um representante da escola filme (com aparelho celular) trechos curtos da leitura da carta e da execução do Hino. A gravação deve ser precedida de autorização legal da pessoa filmada ou de seu responsável.

Em seguida, pede-se que os vídeos sejam encaminhados por e-mail ao MEC (imprensa@mec.gov.br) e à Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República (secom.gabinete@presidencia.gov.br). Os vídeos devem ter até 25 MB e a mensagem de envio deve conter nome da escola, número de alunos, de professores e de funcionários.

Após o recebimento das gravações, será feita uma seleção das imagens com trechos da leitura da carta e da execução do Hino Nacional para eventual uso institucional. Site MEC Notícias 

Criminosos causam terror em Tururu explodindo agência bancária

A agência ficou totalmente destruída (Foto: DN)
Uma agência bancária foi explodida no município de Tururu, a 110 km de Fortaleza, na madrugada desta terça-feira (26). Com o impacto da explosão, o interior da agência ficou destruído. Na ação, os suspeitos também atiraram contra uma casa lotérica e um carro de funerária, que ficaram com marcas dos disparos. Um outro carro também foi incendiado na fuga.

Segundo funcionários da Unidade Mista de Saúde Governador Valdemar Alcântara, não há registro de feridos no local por causa do ataque.

Um morador da cidade, que não quis se identificar, afirmou que, por volta de 2h30, a família ouviu barulhos de explosões e depois disparos de arma de fogo. “Primeiro ouvi um barulho enorme, parecia que em cada canto tinha bandido, porque dava para ouvir tiros em toda a cidade”, afirma. De acordo com o morador, ele e a família tiveram que ficar abaixados dentro de casa por medo de serem atingidos.

Durante a fuga, os suspeitos incendiaram um carro e abandonaram em uma ponte que dá acesso a Itapipoca, município vizinho. Equipes do Corpo de Bombeiros apagaram o incêndio no veículo.

A Polícia realiza um cerco na região para tentar capturar os suspeitos. Não há informações sobre o valor levado pelos criminosos. Fonte: Diário do Nordeste

domingo, 24 de fevereiro de 2019

Já são quatro os açudes do Ceará que atingem 100% da sua capacidade

O Maranguapinho é quarto açude a sangrar este ano
(Foto: Fabio Lima/O POVO)
O Maranguapinho, reservatório na Região Metropolitana de Fortaleza, atingiu 100% da capacidade neste sábado, 23. Com isso, são quatro os açudes atualmente sangrando no Ceará. Além do Maranguapinho (Maranguape), estão cheios o Tijuquinha (Baturité), o Germinal (Palmácia) e o São José I (Boa Viagem).

Segundo o Portal Hidrológico do Estado, outros quatro açudes estão com volume acima de 90% - incluindo o Cocó, que chegou a sangrar no dia 8 de fevereiro e hoje tem 99,97%. Outros 103 têm menos de 30% da capacidade.
Leia também: Veja imagens dos açudes Tijuquinha, Germinal, Cocó e São José I.

Na última semana (entre 16 e 22 de fevereiro), houve aporte de água em 117 açudes do Ceará. O aumento do volume armazenado foi de 35.773.396 m³ de água. Fonte: O Povo

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Açude Orós atinge o mais baixo nível hídrico desde a sua construção

O açude já apresenta pequenas ilhas (Foto: Hermann Rabelo)
O Açude Orós pode atingir o volume morto neste ano. A estimativa é do Comitê da Bacia do Alto Jaguaribe. O prognóstico advém do baixo volume do reservatório, o qual atingiu seu pior volume (5,3%) desde sua inauguração, em 1961. Há, ainda, uma expectativa de continuidade da redução aquífera nos próximos dias. Fevereiro é o primeiro mês da quadra chuvosa e, até agora, não houve recarga nos principais reservatórios do Estado.

O baixo volume resulta em uma situação crítica: fim dos criatórios intensivos de tilápia, queda na atividade de pesca, desemprego, impossibilidade de irrigação e dificuldades de abastecimento de água de três cidades e dezenas de localidades rurais.


O Açude Orós, na região Centro-Sul do Estado, integra a Bacia do Alto Jaguaribe. É um reservatório estratégico para atividades produtivas e abastecimento de água para milhares de famílias. De acordo com o Portal Hidrológico da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), o Orós acumula apenas 5,3% de sua capacidade que é de 2 bilhões de metros cúbicos. O atual ciclo de escassez de chuva, que começou em 2012, contribui para a perda da reserva hídrica. A última vez que o reservatório transbordou foi em 2011.

"O Orós nunca esteve tão seco como está agora", observa o encarregado do posto do Departamento Nacional de Obras contra as Secas (Dnocs), Raimundo Nonato de Souza. "Agora já dá para ver a galeria de tomada de água para a válvula, próximo ao sangradouro, que sempre esteve encoberta", diz. Fonte: DN