sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Funceme aponta que chuvas no Ceará devem ficar em torno da média em 2019

A Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme) divulgou, na manhã desta sexta-feira (18) o prognóstico para a quadra chuvosa de 2019. O órgão avaliou um cenário favorável para chuvas em torno da média histórica, minimizando cenários negativos estimados nos últimos meses.

A avaliação climática aponta que há 40% de probabilidade para chuvas em torno da média histórica, 30% inferior à normalidade e 30% de chances de se encerrar acima do normal.

O prognóstico revela também que no Centro-Sul do estado, a categoria mais provável é abaixo do normal, enquanto na Região Litorânea cearense, as chances são acima do normal. Há ainda uma tendência de que, a partir de abril, as chuvas diminuam em todo o estado. 

Ainda assim, o cenário do trimestre fevereiro/março/abril deste ano é menos favorável que o do mesmo período do ano passado, quando a Funceme apontou 40% de probabilidade de as chuvas ficarem acima da média, 35% dentro da média e 25% abaixo da média. As precipitações para o trimestre março/abril/maio devem ser divulgadas no próximo mês.

Neste ano, houve a confirmação do El Niño, um dos fatores que impactam nas chuvas no Ceará. O fenômeno, que acontece no Oceano Pacífico, aquece as águas a oeste da América do Sul e colabora para afastar nuvens de chuva do Estado. Fonte: DN


quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor visita obras de pavimentação asfáltica da estrada que liga Alencar ao sítio Barrocas

Ednaldo foi ver de perto os serviços da estrada de Barrocas
O prefeito de Iguatu esteve visitando na manhã deste dia 16, as obras de pavimentação asfáltica no trecho que liga a Vila Estrada ao Sítio Aroeiras. O projeto de asfaltamento corresponde um trecho de 22km que vai do Distrito de Alencar até o Sítio Barrocas que fica à margem do Açude Orós. 

De acordo com Ednaldo Lavor, essa obra foi solicitada ao governo do Estado para ligar essas comunidades dotadas de estrada asfaltada e com qualidade para que as pessoas que moram naquela região possam ter mais conforto, tranquilidade e segurança no deslocamento de todos os dias.    

Ednaldo Lavor afirmou ainda que "esse é um sonho antigo da comunidade e compromisso do nosso governador Camilo Santana. No próximo sábado, voltaremos a região em companhia dos vereadores e de lideranças comunitárias que representam o distrito para atestarmos a qualidade dos serviços que estão sendo executados".

Presidente do Tribunal de Justiça do Ceará realiza solenidade de implantação da 4ª Vara na Comarca de Iguatu

Momento da solenidade com o Des. Gladyson Pontes
O Tribunal de Justiça do Ceará, realizou solenidade nesta quarta-feira (16) para implantação da 4ª Vara na Comarca de Iguatu, está que é Privativa de Violência Doméstica e inaugurou as novas instalações do Juizado Especial Cível e Criminal (JECC) que funciona no Campus da URCA. O evento foi presidido pelo presidente do TJ-CE, desembargador Francisco Gladyson Pontes e contou com a presença de Magistrados, Promotores de Justiça, Advogados e Servidores da Justiça. 

O evento contou com a presença de membros do Judiciário, de representantes do Ministério Público do Ceará (MPCE), da Defensoria Pública, Diretoria da OAB Subseção Iguatu, Advogados, membros dos Poderes Executivo e Legislativo e da sociedade civil. O prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor, por motivos superiores não pode comparecer e foi representado pelo Secretário de Infraestrutura, Dr. Tácido Cavalcanti.

Momento de descerramento da placa
De acordo com o Desembargador Gladyson Pontes, presidente do TJCE, "a reorganização do Judiciário foi feita em todo o Estado, de modo que buscamos levar unidades de onde não tinham muitos processos para aquelas cidades que tivessem maior demanda, como era o caso de Iguatu. Hoje nós concretizamos uma demanda antiga da sociedade de Iguatu, que trará melhoria na prestação jurisdicional, sendo a maior beneficiária a população. A celeridade é uma consequência de mais magistrados atuando. Hoje nós também temos o processo eletrônico no Município, que é outro instrumento que dá mais agilidade às decisões”, afirmou o desembargador. 

A nova Vara implantada no município é Privativa de Violência Doméstica, mas também atuará com ações cíveis e criminais. O juiz titular da 4ª Vara será o Dr. Ronald Neves Pereira. 

O desembargador Gladyson Pontes esteve visitando também as novas instalações do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), onde foi ampliado e reestruturado e fica anexo ao Fórum, coordenado pelo juiz Dr. Eduardo André Dantas Silva. 

Nova Sede do Juizado Especial
Em seguida, o presidente do TJCE inaugurou a nova sede do Juizado Especial Cível e Criminal (JECC), que vai está funcionando no Campus Multi-institucional Humberto Teixeira, onde funciona a URCA e UECE. 

O juiz Raimundo Ramonilson Carneiro Bezerra, titular do JECC, falou da importância da nova sede do Juizado e afirmou que “a estrutura que temos hoje faz de Iguatu a maior Comarca de Entrância Intermediária do Estado do Ceará. O trabalho de melhoria se deu de forma conjunta. O início ocorreu com a transferência do Juizado, do Fórum, para o ambiente acadêmico, promovendo maior aproximação com a sociedade. Foi um trabalho conjunto, articulado, em benefício do cidadão”, explicou ele.

domingo, 13 de janeiro de 2019

Explosivos são detonados na ponte da BR 116 no município de Chorozinho

O trânsito foi desviado por dentro da cidade de Chorozinho 
Explosivos foram detonados na noite deste sábado em ponte da BR 116 no município de Chorozinho. Forte estrondo foi ouvido nas redondezas. O trânsito está sendo desviado e veículos passam por dentro de Chorozinho, devido à ocorrência na ponte.

Chorozinho já havia sido alvo nesta onda de ataques. Uma loja de roupas foi incendiada e outros estabelecimentos comerciais fecharam as portas com receio de novas investidas.

Pontes e viadutos têm sido alvos preferenciais na atual onda de ataques. Houve explosão em viaduto na BR 020, em Caucaia; a Polícia foi acionada para recolher explosivos colocados em viaduto na Washington Soares, na Grande Messejana, mesmo local onde foi registrada explosão dias depois.  

Foi registrada ainda explosão em viaduto pelo qual passa o metrô da Parangaba. Material explosivo também foi recolhido em viaduto no Conjunto Esperança. Fonte: O Povo

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Deputado José Sarto será o novo presidente da Assembleia Legislativa do Ceará

A indicação ficou acertada depois de reunião com Camilo
O deputado estadual José Sarto (PDT) deve ser o novo presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, a partir do dia 1º de fevereiro. Ele foi o escolhido pelo partido, que detém a maior bancada da Assembleia. A indicação do nome tem o aval do governador Camilo Santana. 

Na manhã desta sexta-feira, dia 11 de janeiro, o nome deve ser oficializado. Na noite desta quinta, deputados estaduais receberam uma convocação para o ato que acontecerá às 8h na Assembleia Legislativa.

O deputado Tin Gomes (PDT), um dos concorrentes, confirmou a indicação do colega, após reunião com o governador. Segundo Tin, no encontro ficou acertado que quem estiver na composição da Mesa Diretora eleita em fevereiro, não deve participar da próxima, que deve ser escolhida daqui a dois anos. 

Sarto, assim, deve ser o candidato de consenso da base aliada de Camilo e, consequentemente, o novo presidente do Poder Legislativo. O nome saiu de uma difícil costura política entre líderes do grupo governista, entre eles o presidente da Casa, deputado Zezinho Albuquerque, que será secretário das Cidades no segundo governo Camilo.

Além de Tin Gomes, Evandro Leitão e Sérgio Aguiar concorriam ao cargo, e haviam partido na frente, após articulações para ocupar a posição. A decisão, entretanto, foi por Sarto, um antigo aliado e homem da confiança de Ciro e Cid Gomes. Fonte: DN

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Pequenos açudes começaram a sangrar em Pedra Branca com as primeiras chuvas do ano

O pequeno açude do Parque Guarani sangrou
com as chuvas caídas nos últimos dias
As chuvas caídas na última semana na região Central do Estado começaram a atrair a atenção dos moradores de localidades rurais de Pedra Branca. No período das 7h da manhã do último sábado (5) para as 7h do domingo, dia 06, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou 86 milímetros na sede daquele Município. 

Em algumas localidades rurais foram registradas chuvas acima dos 100 mm em pluviômetros particulares. Foi o caso do Parque Guarani, a cerca de 5 km do Centro da cidade, onde choveu 102 mm. Uma barragem sangrou, atraindo muitos visitantes no fim de semana. O açude já mantinha um volume considerável de água. As chuvas de dezembro também contribuíram.

Noutra localidade, a Cachoeira do Radário, as margens da BR 226, a água também voltou a correr. Mesmo assim o principal açude da região, o Trapiá II, continua com menos de 7% da sua capacidade. Podendo armazenar até 18 milhões de m³, atualmente está com 1,2 milhões de m³, o equivalente a 6,67% do total. Em maio do ano passado chegou a acumular 12,67%, mas de lá para cá, conforme dados da Cogerh, perdeu a metade desse volume.

Açudes públicos
No Ceará, os 155 açudes públicos monitorados pela Cogerh acumulam atualmente 10,6% da capacidade hídrica, 1,97 bilhões de m³. Apenas dois açudes acumulam mais de 90% de água, o Germinal em Palmácia, no Maciço de Baturité, e o Jenipapo no município de Meruoca, na bacia do Acarau.

Outros 103 continuam com volume inferior aos 30%. O Carão, em Tamboril, ainda está seco. Essa também é a situação do Faé (Quixelô), Favelas (Tauá), Quincoé (Acopiara), Monsenhor Tabosa (Quixeramobim), Serafim Dias (Mombaça), Vierão (Boa Viagem), Sousa (Canindé), Nova Floresta (Jaguaribe) e o Potiretama neste Município. Com informações do Blog Diário Sertão Central

Para garantir recebimento do BPC, 76 mil cearenses deverão apresentar formulário do Cadastro Único

Mais de 76 mil pessoas no Ceará, sendo 21 mil só na Capital, obtiveram uma segunda chance de continuar a receber o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A manutenção será por meio da realização do Cadastro Único. Com título de eleitor, comprovante de residência, identidade e CPF, em apenas 20 minutos de atendimento, é possível garantir a permanência no programa. 

No entanto, a espera até ser atendido pode render um pouco mais, com longa fila. Então, a recomendação é não adiar até o segundo final do prazo. "Mas parece que o brasileiro gosta de deixar mesmo para última hora, porque todos os meses vem na correspondência a data limite para fazer o recadastramento", diz Elpídio Nogueira, presidente da Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social de Fortaleza (SDHDS).

Depois da portaria publicada pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) em 18 de dezembro, a exigência do Cadastro Único foi postergada e ainda foram criadas quatro datas limites com base no aniversário de cada beneficiário.

A primeira é voltada àqueles que o celebram até 31 de março, data limite para o cadastro do primeiro grupo. Quem perder, tem o benefício suspenso em abril e até o último dia de maio para regularizar a situação e conseguir receber as parcelas retroativas.

Após esse prazo, será um caminho sem volta, caso o beneficiário não recorra ou o seu recurso seja negado por constatar que ele não se ajusta aos critérios exigidos. Se for analisado, por exemplo, que a renda estava acima do Bolsa Família, então o recurso será negado e o benefício permanecerá cessado, conforme Elpídio. Isso vale também para quem fez o cadastro no prazo. "O Ministério vai fazer uma pesquisa", acrescenta.

Os critérios são renda por pessoa do grupo familiar inferior a um quarto do salário mínimo vigente e ser idosa (65 anos ou mais) ou ter deficiência que apresenta impedimentos de longo prazo, com efeitos de prazo mínimo de 2 anos de natureza física, mental, intelectual ou sensorial. Fonte: DN

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Projeto de reforma administrativa da Prefeitura de Iguatu é aprovado pela Câmara de Vereadores

Os projetos tiveram ampla discussão antes da votação
Na tarde desta última terça-feira, a Câmara Municipal de Iguatu realizou sessão extraordinária para discussão e votação de projetos do Poder Executivo e Legislativo. Na pauta, dois projetos do Executivo foram bastante discutidos pelos vereadores, presentes à sessão, presidida pela presidente, vereadora Eliane Braz. 

Um tratava sobre a reforma administrativa da Prefeitura de Iguatu com ampla reformulação do organograma da gestão municipal e outro projeto que tratava de concessão de prédios públicos do município. 

De acordo com o projeto da nova estrutura administrativa, organizacional e institucional, o prefeito Ednaldo Lavor vai dispor no seu organograma: 

Secretaria de Governo, 
Procuradoria Geral, 
Controladoria e Ouvidoria, 
Secretaria da Fazenda Municipal, 
Secretaria de Educação, Ciência e Ensino Superior, 
Secretaria de Cultura e Turismo, 
Secretaria da Saúde, 
Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos, 
Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social, 
Secretaria de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, 
Secretaria do Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, 
Secretaria de Trânsito, Mobilidade Urbana e Segurança, 
Secretaria de Esporte e Juventude.  

Além da administração indireta que é composta pelo SAAE-Serviço Autônomo de Água e Esgoto e a FUSPI-Fundação de Saúde Pública de Iguatu.

Durante a discussão do projeto, vereadores da situação afirmaram o compromisso do prefeito Ednaldo Lavor em melhorar a estrutura da sua gestão diminuindo cargos e com essa nova estrutura foi possível, conceder aumento aos servidores comissionados, que segundo o vereador Rubenildo Cadeira, estava defasado há mais de 10 anos. 

A bancada de oposição formada pelos 3 vereadores presentes à sessão não foram favoráveis ao projeto que votaram contra a reformulação administrativa, mas mesmo assim, o projeto foi aprovado pela maioria. 

Outro projeto que foi discutido e aprovado, tratava sobre concessões de prédios públicos da prefeitura, a exemplo do que já existe de concessão como é o caso da Rodoviária e Abatedouro Público, desta vez a prefeitura vai poder abrir concessão para o antigo Mercado do Peixe, Abrigo Metálico e o Complexo Turístico do Bairro Cocobó. Após as discussões, o projeto foi aprovado pela maioria e rejeitado pelos três vereadores de oposição presentes. 

O secretário municipal de Infraestrutura, Dr. Tácido Cavalcanti, esteve presente à sessão e acompanhou de perto o processo de votação e segundo ele, o projeto de reforma da estrutura administrativa do município de Iguatu vai fazer com que o prefeito Ednaldo tenha condições favoráveis de adequar na sua gestão ações que possam otimizar a administração pública com uma estrutura moderna e eficiente com melhores condições de atender à população.

Já a Mesa Diretora da Câmara colocou projeto que foi aprovado uma atualização do subsídio dos vereadores que ficou em 4,6%.      

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Funceme prevê chuvas no Ceará para esta terça-feira e quarta-feira

O Ceará vive a pré-estação chuvosa, que ocorre no último mês do ano e o primeiro do seguinte. Dezembro de 2018 foi o mais chuvoso dos últimos 29 anos, com 99,1 milímetros, 213,5% a mais que a média para o período, que é de 31,6%. Janeiro não começou com a mesma intensidade. 

Até aqui, foram registrados apenas 12,7 mm. A média é de 98,7. Essa realidade pode começar a mudar a partir desta terça-feira, segundo previsão da Fundação Cearense de Pesquisa e Meteorologia (Funceme).

Análises do órgão apontam para a influência da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) devido a uma maior proximidade desse sistema ao norte do Nordeste no decorrer da semana, o que contribuirá para a ocorrência de precipitações.

Diante do atual cenário, a Funceme prevê, para hoje e amanhã, tendência de nebulosidade variável, com chuva em todas as regiões. O órgão registrou nas últimas 24 horas precipitações em 22 municípios. A maior delas aconteceu em Ipueiras, com 17,4 mm. Com informações do Diário do Nordeste

Projeto de Cajucultura no município de Marco leva melhoria para pequenos produtores

O projeto tem como objetivo a melhoria genética do cajueiro 
Focar no melhoramento genético, no manejo e transferir tecnologia para agregar valor ao caju, por meio dos melhores processos possíveis, é o que pretende o projeto de Cajucultura que atende a 48 famílias, distribuídas em seis comunidades da zona rural de Marco, na região Norte do Estado. 

Em seu segundo ano de instalação, entre outros resultados positivos, o projeto lançou no mercado cearense duas marcas de cajuína e pretende repetir o feito com outra nova marca de bebida de caju, a ser comercializada neste ano, dentro de uma atividade que tem crescido social e economicamente no Município.

Por meio das parcerias consolidadas nos últimos dois anos, a região tem redefinido ações que visam ao desenvolvimento socioeconômico com o aproveitamento do potencial do caju. O foco da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Marco é o pequeno produtor, peça importante nas atividades realizadas pelo Programa de Desenvolvimento da Cajucultura.

Desenvolvimento
Criado para corrigir, entre diversas outras deficiências encontradas por meio de estudos, o tipo de manejo utilizado, até então, no cultivo da fruta, o programa detectou entraves ao desenvolvimento, como a idade avançada das plantas, em sua maioria gigantes, e sua pouca produtividade, além da forte presença de intermediários (atravessadores), que terminavam por regular o mercado, retendo a maior fatia do lucro.

Projeto
Para Maurício Sousa, consultor do Projeto Intercaju, da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Ceará (Secitece), uma das instituições parceiras, "tem sido possível incorporar na região a cultura de recuperação de pomares improdutivos, além de disseminar o conhecimento a respeito da identificação e controle de pragas e doenças, focando em metodologias naturais, utilizando a agroecologia como uma premissa".

Ainda conforme ele, ao estimular a gestão da produção e da propriedade rural, tendo o caju como principal fonte, o Município de Marco, conhecido pela produção de móveis e comercialização de castanha de caju "in natura" passa a agregar novos valores a sua economia.

Na mesma região de Marco, três comunidades também foram contempladas com ações do projeto Intercaju, que leva pesquisa e desenvolvimento para associações de produtores rurais, por meio de cursos, capacitação e oficinas de trabalho, onde o foco é o processamento da castanha de caju para extração da amêndoa. Fonte: DN

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Chefes de facções do Ceará começam a ser transferidos para presídios federais

Penitenciária Federal de Brasília
Começaram as transferências de presos chefes de facções no Ceará para presídios federais. O Governo Federal autorizou abertura de 60 vagas em unidades federais. Em torno de 20 presos devem ser transferidos até esta segunda-feira, 7. A medida foi autorizada pelo ministro da Justiça, Sergio Moro. Segundo a Agência Estado, a negociação foi feita diretamente entre o governador Camilo Santana (PT) e o ministro. 

O Brasil tem hoje cinco penitenciárias federais de segurança. A mais recente foi inaugurada em outubro de 2018, em Brasília. Na época da inauguração, o então ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, destacou que o sistema penitenciário federal atende aos padrões internacionais de excelência, seja no respeito à integridade dos presos, seja em relação à necessidade de segregar “aqueles que ameaçam a sociedade”.

“Temos [no sistema federal] zero fuga, zero rebelião, nada de entrada de celulares, mas, sobretudo, temos integral respeito às normas e regras”, comentou.

Além de Brasília, funcionam no País unidades federais em Catanduvas (SP), Porto Velho, Mossoró (RN) e Campo Grande. 

Nessas unidades, há detectores de metais, sensores de aproximação, coleta de impressões digitais, câmeras que monitoram os ambientes 24 horas por dias. Os presos permanecem 22 horas por dia encarcerados nas unidades. Fonte: O Povo

sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Três ônibus são atacados em Fortaleza nesta sexta-feira

Só nesta sexta-feira foram 3 ônibus incendiados
Três atentados contra ônibus aconteceram logo no começo da manhã desta sexta-feira, 4. A informação é do diretor de Operações do Sindiônibus, João Luiz Marciel. Ele confirmou que um dos casos foi no bairro Bom Jardim e informou que as outras duas ocorrências ainda estavam sendo apuradas. O diretor afirma que a entidade está trabalhando para que o sistema de transporte da Capital opere com 30% da capacidade.

Segundo ele, os três casos fizeram a operação do transporte coletivo - que começou o dia normal - ser reduzida. "Algumas empresas recolheram ou pararam de soltar carros aguardando condição de segurança melhor", informou. Por isso, há poucos ônibus em circulação em Fortaleza neste terceiro dia de ataques.

Segundo ele, por volta das 7h30min, começou a operação de escolta de algumas linhas para garantir o transporte para áreas consideradas mais críticas. E a operação deve ocorrer com apenas 30% da frota mesmo em corredores "mais seguros", como as avenidas Desembargador Moreira e João Pessoa, e em linhas circulares e entre terminais.

"Mesmo com risco, estamos tentando e vamos conseguir oferecer o mínimo pra manter o sistema funcionando", garantiu o diretor do sindicato das empresas. Fonte: O Povo

quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

Fortaleza e Região Metropolitana têm série de ataques durante a madrugada

Ônibus foi destruído pelo fogo (Foto: Halisson Ferreira)
Uma série de ataques criminosos foi registrada em vários pontos de Fortaleza e da Região Metropolitana durante a noite de quarta-feira (2) e o início desta quinta-feira (3).

Na BR-020, no município de Caucaia foi registrada uma explosão num viaduto da cidade. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), no local foram encontrados explosivos e uma das colunas do equipamento teve a estrutura comprometida. Não há informações de pessoas feridas.

No Conjunto Planalto Caucaia, uma topic foi incendiada na Rua 114. Conforme a polícia, o ataque aconteceu por volta das 3 horas. O Corpo de Bombeiros foi acionado para o local.

Na Capital, foram registrados pelo menos dois ataques a ônibus, na comunidade do Dendê, no bairro Edson Queiroz e na Avenida Cônego de Castro, no Parque Santa Rosa. Nas duas ações, os veículos ficaram destruídos pelas chamas.

Já no Bairro Santa Maria, na Grande Messejana, dois homens foram presos e um adolescente de 14 anos apreendido suspeitos de atacar o equipamento das câmeras de segurança da Polícia Militar, na Avenida Dionísio Leonel Alencar.

Conforme a PM, o trio estava jogando pedras no equipamento e um deles chegou a subir na estrutura onde a câmera fica instalada. O adolescente foi encaminhado para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA) e os dois homens para o 30º Distrito Policial. Fonte: DN

quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

Bolsonaro fixa salário mínimo abaixo do aprovado em Orçamento

Decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e publicado nesta terça-feira (1º) em edição extra do “Diário Oficial da União” fixou o salário mínimo em R$ 998 neste ano. O valor atual é de R$ 954.

Com isso, o valor ficou abaixo da estimativa que constava do orçamento da União, de R$ 1.006. O orçamento foi enviado em agosto do ano passado pelo governo Michel Temer ao Congresso.

O salário mínimo é usado como referência para os benefícios assistenciais e previdenciários. O mínimo é corrigido pela inflação do ano anterior, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e dos serviços produzidos no país) dos dois anos anteriores.    

Vereadora Eliane Braz toma posse como presidente da Câmara de Vereadores de Iguatu

Eliane Braz comanda sessão depois da posse
A Câmara Municipal de Iguatu realizou sessão solene no final da tarde deste dia 1º de Janeiro dando posse para a nova Mesa Diretora do Poder Legislativo. Foi empossada como a nova Presidente, a vereadora Eliane Braz, Vice-Presidente, Rubenildo Cadeira e Secretário-Geral, Raimundo Eudisvan Silva.

Num evento bastante prestigiado, a sessão solene contou com a presença de 12 dos 17 vereadores, além de ex-vereadores, suplentes e outras autoridades como o prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor. A galeria ficou lotada de pessoas que foram prestigiar a solenidade. 

Padre João Batista no momento da bênção 
Em seu discurso, a presidente Eliane Braz falou sobre esse novo desafio de ser a terceira mulher a comandar o Poder Legislativo de Iguatu e afirmou que vai manter um diálogo maior com o Poder Executivo, em prol do desenvolvimento do município. Ela disse ainda que vai manter um relacionamento profícuo com todos os vereadores para que a Câmara Municipal exerça o papel verdadeiro de legislar em favor da população. Eliane Braz afirmou ainda que tem feito o seu trabalho para o povo iguatuense com muita dedicação e amor. 

O prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor também fez uso da palavra e num discurso contundente e seguro, afirmou  que Iguatu agora vive um clima de liberdade com o surgimento de um novo grupo político. Segundo ele, a população já estava cansada dessa briga infinita de duas famílias que queriam está permanentemente no poder. Ednaldo disse que Iguatu vive um novo momento na política e pediu que a população possa participar mais ativamente da sua gestão onde a palavra de ordem é o diálogo para continuar fazendo uma administração voltada para o povo e para o desenvolvimento do município. 

Governador Camilo Santana toma posse e aposta em diálogo com novo presidente

Solenidade de Posse Camilo Santana (Foto: Governo do CE)
Tomando posse para o seu segundo mandato como governador, Camilo Santana (PT) prevê para os próximos quatro anos um exercício diário do diálogo ainda mais intenso com o Governo Federal, agora com a presidência de Jair Bolsonaro (PSL). Agora, com o cenário cada vez mais arisco, Camilo aposta no diálogo para avançar nas políticas públicas.

"Eu sou um homem de diálogo. Apesar da independência dos estados, a gente mantém uma relação institucional de respeito. E é isso que nós vamos construir ao longo desses anos com o Governo Federal", defendeu o petista após tomar posse, na tarde de ontem, na Assembleia Legislativa. Camilo, logo após assumir mandato na presença de deputados estaduais, deslocou-se para o Palácio da Abolição para dar posse ao primeiro escalão. 

Em coletiva após empossar sua nova equipe de secretários, o governador fez questão de deixar claro que seus auxiliares eram escolhas apenas suas, não tendo relação com a eleição. "Secretariado não é escolha de partido, mas do governador Camilo Santana para servir o povo cearense", declarou. O petista foi reeleito por uma coligação com mais de 20 partidos e, em razão de uma reforma administrativa proposta por ele próprio, teve que compor um secretariado menor, com apenas 21 nomes.

Equipe de secretários escolhidos por Camilo: 
Casa Civil: Élcio Batista, Articulação política (Ligada à Casa Civil): Nelson Martins, Comunicação (Ligada à Casa Civil): Chagas Vieira, Procuradoria-Geral do Estado: Juvêncio Vasconcelos Viana, Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado: Aloísio Carvalho, Secretaria da Fazenda: Fernanda Pacobahyba, Secretaria do Planejamento e Gestão: Mauro Filho, Secretaria da Educação: Eliana Estrela, Secretaria da Proteção Social, Justiça e Direitos Humanos: Socorro França, Secretaria da Saúde: Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social: André Costa, Secretaria da Administração Penitenciária: Luís Mauro de Albuquerque, Secretaria da Cultura: Fabiano Piúba,  Secretaria do Esporte e Juventude: Rogério Pinheiro, Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior: Inácio Arruda, Secretaria do Turismo: Arialdo Pinho, Secretaria do Desenvolvimento Agrário: Diassis Diniz, Secretaria dos Recursos Hídricos: Francisco Teixeira, Secretaria da Infraestrutura: Lúcio Ferreira Gomes, Secretaria das Cidades: Zezinho Albuquerque, Secretaria do Desenvolvimento Econômico: Maia Júnior, Secretaria do Meio Ambiente: Artur Bruno e Controladoria-Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário: Cândida Maria Torres. Fonte: DN

Bolsonaro inicia gestão com cortes na máquina pública

Jair Bolsonaro, 38º presidente eleito no Brasil
Empossado, nesta terça (1), como o 38° Presidente da República, Jair Bolsonaro começa, nesta quarta (2), seu governo com o decreto de medidas para simplificar a máquina pública dos 22 ministérios, uma de suas promessas de campanha. Amanhã, ele reúne a equipe de ministros para discutir ações contra a burocracia estatal.

A primeira decisão de impacto no cotidiano já foi tomada. Decreto assinado pelo novo presidente e publicado, nesta terça, em edição extra do Diário Oficial fixou o salário mínimo em R$ 998 neste ano. O valor atual é de R$ 954. Com isso, a quantia fica abaixo da estimativa que constava do orçamento da União, de R$ 1.006. Os valores foram enviados, em agosto, pelo governo Michel Temer ao Congresso.

Em relação a medidas mais amplas, como as Reformas Tributária e da Previdência, as propostas ainda serão maturadas nas próximas semanas, informou o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Nos próximos dias, Bolsonaro ainda definirá peças importantes no Palácio do Planalto. Nesta quinta-feira, ele deve anunciar o nome de um porta-voz para contatos com a imprensa, disse Floriano Barbosa, escolhido por Bolsonaro para comandar a Secretaria de Comunicação Social (Secom).

O presidente também vai se dedicar às negociações, de olho na posse do novo Congresso, no dia 1 ° de fevereiro. A sensação no mundo político é que pautas caras ao presidente eleito e que têm popularidade atestada em pesquisas, como a flexibilização do Estatuto do Desarmamento e a redução da maioridade penal, devem ser tocadas adiante de forma mais ágil. As dificuldades estarão nas pautas econômicas. Apontada por especialistas como urgente, a Reforma da Previdência é tida como o grande desafio.

Parlamentares com larga experiência congressual lembram que os interesses das bancadas temáticas são específicos e não seguem a lógica pragmática dos partidos. A bancada “da bala”, por exemplo, dá suporte a projetos de Segurança e a favor das armas, mas não aceita debater a inclusão de policiais e militares numa eventual Reforma da Previdência. 

Os ruralistas, por sua vez, têm amplas restrições ao corte de subsídios - uma das ideias do ministro da Fazenda, Paulo Guedes. Fonte: DN

quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

Governador Camilo Santana reuniu primeiro escalão para fazer balanço sem anunciar nova equipe

Governador fez última reunião do ano com equipe
do primeiro escalção(Foto: Saulo Roberto)
Governador Camilo Santana tem como meta para o primeiro ano de seu segundo mandato economizar até R$ 1 bilhão de despesas e aumentar a receita em até R$ 1 bilhão. A previsão do governo foi divulgada ontem pelo secretário chefe do Gabinete do Governador, Élcio Batista.

Ontem, Camilo promoveu a última reunião do seu primeiro Governo com o secretariado e fez um balanço positivo da gestão. A expectativa maior, que era a do anúncio dos novos nomes do primeiro escalão do Governo, acabou frustrada. Ainda há pendências na lista, o que impede a divulgação, segundo auxiliares do chefe do Executivo.

Enquanto ajusta os últimos detalhes do arranjo para contemplar técnicos e aliados políticos, o governador segue a estratégia de dar destaque para a política de redução de gastos que pretende implantar no novo governo.

O chefe do Executivo, recentemente, sancionou Lei aprovada pela Assembleia Legislativa, reduzindo de 27 para 21 o número de secretarias da gestão. No entanto, Batista ressaltou como relevante o fato de a administração ter cortado quase mil cargos comissionados, destacando ainda que o Governo pretende reduzir o tamanho da máquina e focar nas 'atividades-fim'.

O chefe de gabinete, Élcio Batista afirmou que até o dia 1º de janeiro o governador deve definir a nova equipe. "Há expectativa que ocorra até o dia 28, mas dia 1º deve ser a data mais provável", afirmou. Questionado se o anúncio seria feito de uma só vez, em sequência, o chefe do Gabinete disse que toda a equipe deve ser anunciada, com uma ou outra exceção. Com informações do Diário do Nordeste

domingo, 23 de dezembro de 2018

Governador Camilo Santana sinaliza cortes de 25% no valor dos contratos de serviços

Camilo diz que existe necessidade de
equilíbrio nas contas do governo
O governo do Ceará quer reduzir pelo menos 25% do valor dos contratos de serviços. O percentual consta em decreto do governador Camilo Santana (PT) publicado no Diário Oficial do Estado da última sexta-feira (21) voltado para a redução de gastos nos próximos 12 meses. E há muitos outros cortes que o governo do Estado deseja fazer. 

A concessão de passagens aéreas e diárias deve ser cortada em, no mínimo, um quarto em relação a 2018. Já os contratos de construção terão eventuais aditivos limitados a 12,5% dos valores atualizados e a 12,5% no caso de construções. Há também previsão de redução mínima de 1/4 para os contratos de prestação de serviço em fase inicial de licitação e gastos com telefonia e internet.

O texto aponta como justificativa para as medidas "a necessidade premente de adoção de medidas de controle das contas públicas, a fim de assegurar a continuidade dos atendimentos à população e preservar os empregos, bem como assegurar a regularidade dos pagamentos aos servidores públicos estaduais e a fornecedores" e "o atual cenário econômico e orçamentário do Estado do Ceará", além da garantia da responsabilidade fiscal. A Abolição também espera cortar em 30% os repasses do Tesouro com custeio das autarquias.

O decreto também dá à Secretaria de Planejamento (Seplag) e à Comitê de Gestão por Resultados e Gestão Fiscal (COGERF) a missão de revisar os resultados alcançados pelos órgãos envolvidos. O COGERF também passa a ter o poder de, no próximo ano, vetar obras e reformas e certos tipos de contratos para compra de equipamentos. Fonte: DN